Quanto mais as pessoas movem, mais necessitam de um apoio que se mova com elas

Dez anos após a criação da cadeira Mirra (período no qual foram vendidas mais de 1.5 milhões de cadeiras), os designers do Studio 7.5 acreditaram que tinha chegado o momento de analisar e repensar o design original da cadeira. A razão para esta reformulação devia-se ao facto do mundo empresarial estar em constante evolução. Cada vez mais, variamos de atividades que podem ser individualizadas ou colaborativas, o que faz com que estejamos sempre em movimento. E com mais movimento tem de existir um maior suporte.

Repensar o original

Hoje em dia, o trabalho requer uma maior diversidade de atividades e uma maior agilidade. Por esta razão, os designers do Studio 7.5 focaram-se na ideia de desenvolver uma cadeira de trabalho que fosse extremamente individualizada e personalizável. Mantendo o design e a personalidade da cadeira original, estes designers procuraram desenvolver e aperfeiçoar a cadeira nos ajustes, materiais e desempenho da mesma, engrandecendo toda a cadeira e criando, inevitavelmente, a Mirra 2.

Teste completo de ideias

Ao usar modelos e protótipos completos da cadeira, os designers do Studio 7.5 conseguiram avaliar o design da cadeira em todos os seus componentes e partes. Na cadeira Mirra 2, todas as peças foram analisadas em escala real de forma a poderem garantir uma solução elegante e eficaz.

Menos material, usado de forma inteligente

A cadeira Mirra 2 foi a primeira cadeira a ser totalmente desenvolvida com um foco na responsabilidade ambiental. A cadeira oferece um design avançado com a utilização de materiais reciclados e recicláveis.
Ao desenvolver a cadeira Mirra 2, o mote e o foco dos designers de Studio 7.5 era “todas as moléculas e parte contam”. Com isto, os designers analisaram pormenorizadamente cada componente de forma a utilizarem apenas o necessário para um desempenho elevado da cadeira.

“A essência do design é a colaboração"